Em processo de autocrítica, parte do MBL já considera injusta a condenação de Lula

A tentativa do Movimento Brasil Livre (MBL) de se distanciar da “direita raivosa” e adotar posições mais moderadas no debate político deu início a um processo interno de autocrítica que, entre outras revisões, começa a questionar se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teve direito a um julgamento justo.

Ler mais