Veja quais os cuidados com fogos de artifício nas festas de final do ano

Responsáveis por espetáculos nos céus, os fogos de artifício são uma ameaça para os espectadores e para quem os utiliza. Acidentes que levam à amputação, queimaduras de todos os graus e até a morte já foram registrados nas festividades de final de ano.

Os espetáculos pirotécnicos deverão ser planejados e acompanhados por profissional devidamente capacitado (responsável técnico ou blaster), sendo atribuída a este a responsabilidade pelo evento.

De acordo com a Engenheira de Segurança e diretora da AGNI Engenharia e Projetos, Patrícia Suede, “Nesse período, as festas em áreas abertas ou fechadas que desejam fazer espetáculos pirotécnicos devem estar atentos a legislação, pois a realização de espetáculos pirotécnicos com utilização de fogos de artifício, pirotécnicos, artifícios pirotécnicos e artefatos são regulados pelo Exército brasileiro e deverão atender ao REG/T 03 – Espetáculos Pirotécnicos, bem como às prescrições da Instrução Técnica-30 do Corpo de Bombeiros da Bahia. Os fogos de artifício devem atender às prescrições estabelecidas no REG/T 02 e o evento precisa se regularizar junto ao corpo de bombeiros”.

Se for participar de um evento no qual será realizado show pirotécnico, fique atento se o mesmo foi vistoriado pelo Corpo de Bombeiros observando se há no local o AVCB – Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros; é esse documento que comprova que o evento atendeu todas as normas de segurança e que foi vistoriado e aprovado para sua realização.

Confira algumas dicas para soltar fogos de artifício com segurança:

1.         Antes de usar um produto, leia cuidadosamente as instruções impressas nas embalagens e tenha cuidado ao segurar os fogos.
2.         Sempre use fogos em locais abertos; nunca atire fogos de lugares fechados, como carros ou residências;
3.         Sempre armazene fogos em local frio e seco;
4.         Não desmonte os fogos e nunca tente reutilizar aqueles que tenham falhado;
5.         Nunca atire fogos na direção de outras pessoas;
6.         Nunca faça experiências, modifique ou tente fazer seus próprios fogos de artifício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *