Bahia fechou 32 mil postos de trabalho com carteira assinada em abril



[ Bahia fechou 32 mil postos de trabalho com carteira assinada em abril]

A Bahia acabou com 32.482 postos de trabalho com carteira assinada somente em abril deste ano, de acordo com dados da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI). O resultado decorre da diferença entre 23.170 admissões e 55.652 desligamentos durante o mês. No mesmo período do ano passado, fora do cenário da crise econômica e sanitária que afeta todo o mundo, foram criados 10 mil postos.

Ainda de acordo com o levantamento, a capital baiana e todo o interior do estado passaram por uma queda no número de postos de trabalho, assim como a Região Metropolitana de Salvador (RMS). Em Salvador foram 10 mil postos encerrados. Já na RMS foram 16.611 contratações  e no interior 15.871 posições celetista.

“O resultado para o acumulado do ano (-37.538 postos) exibe, no estado, os efeitos da pandemia, que também atingiu a região nordestina (-190.081 postos) e o país (-763.232 postos). No fechamento do ano de 2019, a Bahia exerceu a liderança na geração de posições celetistas no Nordeste. Já no acumulado de janeiro a abril de 2020, a Bahia ocupa a oitava posição, a derradeira disposição foi preenchida pelo estado de Pernambuco (-53.550 postos). No Brasil, o estado está no 22° posto no primeiro quadrimestre do ano, levando em conta a série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo.”, informou a Superintendência 

Com exceção dos Serviços domésticos, todos os outros segmentos contabilizaram saldos negativos no mês de abril de 2020: Comércio (-9.582 postos), Alojamento e alimentação (-7.362 postos), Construção (-5.585 postos), Informação, comunicação e outras atividades (-3.304 postos), Indústria geral (-3.208 postos), Transporte, armazenagem e correio (-1.592 postos), Administração Pública (-1.000 postos), Outros serviços (-785 postos) e Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (-64 postos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *