Pacientes dormem em frente à Secretaria de Saúde para marcar consultas em Maragogipe; prefeitura nega

Moradores de Maragogipe passaram a madrugada na porta da Secretaria de Saúde do município, na última terça-feira (05), para conseguir agendar consultas e exames. Por volta de  6h, a fila formada por centenas de pessoas, já ultrapassava o quarteirão da secretaria e ocupava a calçada do outro lado da rua.

No vídeo enviado para o site BNews (Assista abaixo), é possível ver pessoas amontoadas em colchões para passar a noite ou em cadeiras. Os próprios moradores levaram alimentos para poder tomar café da manhã.

Por telefone, a prefeita de Maragogipe, Vera da Saúde, afirmou que a “fila é sinal de que há oferta de consultas e exames”. Além disso, desconheceu que na madrugada de terça-feira (05) houvesse filas no local, uma vez que, ela garantiu ao BNews que passou pela Secretaria de Saúde por volta de 05 da manhã e não havia nenhum movimento. Para a chefe do executivo municipal, “as pessoas não sabem aguardar até 08h da manhã” horário que abre o órgão para realizar os agendamentos. 

Em nota, a Prefeitura informou que há na rede municipal da saúde da cidade uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e 15 Unidades de Saúde da família com cobertura de clínicos, odontologias, exames laboratoriais, entre outros. Informou também que o município contratualiza em outras cidades exames e consultas de média e alta complexidade com oferta de transporte para conduzir os pacientes, além do programa de Transporte Fora de Domicílio (TFD).

A nota informou que aproximadamente 700 consultas são feitas por mês (oferta de vagas), que por conta da distância de distritos e sede mais zona rural é feito uma programação escalonada de marcação. A gestora ainda afirmou que as pessoas vêm para fila realmente cedo para marcação. “Vale salientar que um hospital de pequeno porte está sendo construído para realizar cirurgias e outros procedimentos”. Afirmou a prefeita.

Com informações do site BNews

Confira o vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *